• Descobri Indícios De Que Meu Namorado  Pode Ter Me Traído. O Que Fazer?
  • Descobri Indícios De Que Meu Namorado


    Pode Ter Me Traído. O Que Fazer?


    Este é mais um post da categoria “Se Eu Fosse Você”. Não sabe do que estamos falando? Entenda aqui.

    Hoje trouxemos o caso de uma leitora que descobriu alguns indícios de que seu namorado pode ser infiel. É uma longa história, que ela conta muito bem pra gente aqui embaixo. Olha só:

    “Tenho um relacionamento de três anos que, durante dois anos e meio, foi absolutamente maravilhoso e sem grandes problemas. Confiávamos um no outro e nos amávamos incondicionalmente. Acontece que de um tempo para cá eu comecei a “descobrir” uma série de comportamentos por parte do meu namorado que me desagradaram e abalaram muito minha confiança na relação.

    Primeiro foram algumas conversas com amigos dele no Facebook. Nelas, todos eles falavam abertamente sobre “pegar outras mulheres” com meu namorado, insinuando que ele deveria me trair ou que ele já me traía. Coisas como “quero ver você trazer uma vagabunda pro apartamento hoje à noite”. Apesar do que vi e de ter ficado muitíssimo puta de cara, as respostas dele para os amigos sempre eram vagas e, não tendo nada concreto para incriminá-lo, acabamos nos acertando.

    Depois dessas conversas tiveram outros fatos que me fizeram pensar que eu não sabia com quem estava dormindo: o primeiro foi eu ter encontrado um perfil dele no Badoo no qual ele dizia estar solteiro e cujas fotos eram recentes, e o outro foi ver o grupo do Whatsapp dele onde ele e os amigos falam e mandam putaria o dia INTEIRO. 

    Apesar de tudo, eu ainda estou com ele. Primeiro porque o amo e tenho um resquício de confiança de que ele não me enganaria dessa forma, afinal, temos um relacionamento super sério, pensamos em casar e quase não fazemos nada sozinhos (o que impede que ele tenha uma “amante”).  Por outro lado minha confiança nele mudou completamente depois de tudo o que vi. Apesar de acreditar que ele não tenha me traído, acredito que com o tempo isso possa vir a acontecer. Estou profundamente magoada e abalada com isso, me tornei superciumenta, não consigo mais olhar na cara dos amigos dele e não acredito nem um pouco na fidelidade dele em uma eventual viagem com os amigos ou algo do gênero… 

    Como salvar meu relacionamento? Eu não quero começar a proibi-lo de fazer tudo, nem obrigá-lo a largar os amigos ou o grupo do Whats porque sei que, além de não ser saudável, tudo isso significa muito pra ele… Ele tem o mesmo grupo de amigos desde a infância, e eles são como irmãos. O que fazer?”

    E aí, qual a sugestão que você tem pra ela? Deixe sua opinião nos comentários desse post, que na semana que vem escolheremos a melhor resposta de acordo com a equipe CSV.

    Se você tem dúvidas, problemas, questões ou desabafos e gostaria de participar da seção, mande um e-mail com o assunto “Se eu fosse você” para redacao@casalsemvergonha.com.br. Explique brevemente seu problema. Seu e-mail pode ser anônimo, e a gente te avisa quando sua pergunta for ao ar!


    " Todos os nossos conteúdos do site Casal Sem Vergonha são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa dos criadores do site, mesmo citando a fonte. "