Você é linda sim

Diz pra mim: em quantas vezes na vida você se olhou no espelho e gostou realmente do que via? Se isso algum dia aconteceu comigo, foram pouquíssimas vezes. “Ah, é problema de autoestima sua”, você vai dizer. De fato, não discordo.


Ame no presente

Perdoar, entender, aceitar a realidade do outro é uma dádiva. Praticamente um dom que nos permite analisar uma determinada situação com mais clareza e discernimento e abre a portinhola da gaiola que nos mantém reféns de um bocado de incertezas.


A chave do orgasmo feminino

Esse texto parte do pressuposto – eu espero que ele seja verdadeiro – de que os homens se importam com o orgasmo de suas parceiras sexuais. (Se você é homem e não se importa, não continue a leitura – esse artigo não terá utilidade pra você.)


Sentir atração não precisa ser traição

Recentemente, uma colunista do meu blog publicou um texto sobre uma visão bem direta sobre relacionamentos. No artigo em questão, ela defendia um ponto que defendo piamente: mesmo num relacionamento, você não deixa de sentir tesão por outras pessoas. 


Quando você não consegue responder o eu te amo

Você ouve, sente e cala. Não consegue repetir, não consegue responder, não é capaz de articular um “eu também”. E agora? O que fazer com o silêncio que se segue a declaração do outro? Será que tem algo errado com você? Relaxa, tem nada errado não. Está apenas sendo honesto, consigo e com quem está te abrindo o coração.


Quer conhecer ele de verdade? Pergunte sobre a ex.

Tenho uma espécie de sensor para homens problemáticos – os misóginos, os que vão te interromper quando você quiser expor uma ideia, os que olharão esquisito pra a sua blusa transparente e que mamilos não precisam ser oprimidos.


Saudades de casa

Depois eu que eu mudei, comemorei intensamente a vitória da liberdade. Aquelas pequenas conquistas anárquicas que aparecem no dia a dia sem a gente perceber, sabe? Beber água direto da garrafa, largar louça na pia pra limpar pela manhã, comer a sobremesa toda de uma vez e outras bobagens que nós comemoramos na doce ilusão de que isso é ser livre. 


Não espere até a próxima segunda feira

Em vez de esperar até a próxima segunda-feira, que tal mudar hoje? Por que esperar ano que vem se você pode começar ainda este ano? 

Chega de “amanhã eu começo” e outras prorrogações que vive a criar porque teme as dores do renascimento.


Nada vai mudar em 2017 se você não mudar

Confesso que eu acho fascinante essa atmosfera de esperança que paira sobre as viradas de ano. É como se tudo fosse magicamente possível, palpável, realizável, como se a felicidade estivesse subitamente ao alcance de nossas mãos.


A dor e a delícia de ser sensível

Sentir é cansativo.
E eu sou uma daquelas tantas pessoas que vivem exaustas psicologicamente porque tudo a sua volta lhes afeta. Daquelas que vêem um morador de rua e passam o dia inteiro pensando nisso. Que se sentem frequentemente culpadas pelo que fizeram, pelo que deixaram de fazer, pelo que deveriam ter feito.

Quem ama cuida

Quem ama leva aspirina e café preto para aliviar a ressaca, ajuda a atravessar a rodovia e aquele momento difícil, segurando firme na mão. Quem ama não larga o outro sozinho no meio de uma crise, de um momento complicado ou de momento algum. Quem ama procura  se manter por perto, ainda que a geografia coloque distante.


Não tenta me completar porque eu tô inteira

Eu já fui pedaços e  até tentei ser metade de alguém, mas não dá certo não. Porque nessa vida a gente só consegue andar firme, se estiver inteiro e seguro para ela. Então me aceite e some seu eu ao meu, mas não pense que eu te quero para ser parte de mim, porque eu hoje me conheço bem, me amo mais e tenho certeza que sou suficiente.


Namore alguém com quem você consiga conversar

Eu li isso em algum momento, como um conselho matrimonial “case-se com alguém com quem você goste de conversar, porque um dia vocês terão apenas isso”. Bem, eu adotei esse conselho para a vida e tenho buscado me relacionar com pessoas cuja conversa seja fácil, cujo papo seja fluído, sem amarras e realmente me faça bem. Em qualquer área do campo afetivo isto é importante, mas num relacionamento, é primordial, afinal, a conversa é sim um grande afrodisíaco.


Não crie expectativas se não pode supri-las

E o conselho de hoje é… é… é… Não crie expectativas se não pode supri-las! Parece algo tão simples e óbvio, né? Parece, ô se parece, porém, após uma rápida conversa com algumas amigas, notei que o mundo está cheio de gente fazendo exatamente o contrário, ou seja, mentindo de um jeito que espalha esperanças onde não há ninguém capaz de supri-las e, consequentemente, distribuindo porções e mais porções de vales-frustração.