Não sufoque quem te ama

E desta vez, eu abro o texto com um mea-culpa, seria hipócrita não fazê-lo. Já vivi uma relação sufocante e também fui responsável por ela. No auge da minha dúvida, cerquei quem eu amava com todas as regras e neuras possíveis, durante um longo, doentio e catastrófico tempo, tentei manter o controle da situação, sem notar que já o tinha perdido.


Vejo você desaparecendo

Nós conversamos e você diz que gostou de mim, que o encontro foi bacana e a gente se vê na próxima semana. Conta como foi teu dia, eu conto o meu, a gente promete que vai ser melhor junto, eu vou com calma, você diz pra abrir mão do freio, não confio de primeira, você promete que vai cuidar da gente, eu me encanto.


O amor não precisa doer pra ser bonito

Ela espeta o dedo e cai adormecida, come uma maçã e desmaia, ou morre ao lado do seu Romeu devido a uma falha na comunicação entre ambos. A fórmula é sempre muito parecida, já notou? A mocinha sofre feito os condenados às galés, de Victor Hugo, e sua estória fica imortalizada. Mesmo o romance sendo vago, sem base e completamente instantâneo, vira inspiração para gerações, como se fosse normal ficar sofrendo por amor.


Não desista dela

Ela é só uma garota que caminha sem rumo e chutando pedrinhas quando a rua está deserta. Dessas que mantém o volume dos fones sempre no máximo, cujas músicas nunca são de rádios modernas, mas sim daquelas saudosas que tanto falam com sua alma.

Às vezes ela gosta de fechar os olhos enquanto faz seu percurso, respirar fundo e imaginar um outro cenário e um outro tempo.


Não mudaria nada em você

Quando a gente passa a conviver muito tempo com uma pessoa, toda aquela máscara de perfeição cai e logo começamos a notar algumas coisas que nos incomodam no outro: ele nunca arrumar a cama, ela trabalhar muito, ele só gostar de comer junk food, ou ela ter o hábito de ir em casamentos usando sandália rasteira. Esses detalhes parem pequenos e bobos, mas quando se juntam a outros detalhes bobos, acabam virando um problema nas relações.


Não me dê um anel, me dê amor

É engraçado: relacionamentos são tão frágeis e tão sutis que as pessoas ficam desesperadamente em busca de formas para torná-los mais palpáveis. Porque se observarmos a fundo, os relacionamentos não existem. O que faz um casal ser um casal é somente a vontade de ambas as partes de estarem juntos. Em cada novo dia, mesmo sem notar, os dois fazem uma decisão mental do tipo: “ok, vale a pena ficar por aqui por mais um dia.”


O amor da sua vida é uma cilada

Talvez você também espere o amor da sua vida.

Alguém que te compreenda incondicionalmente e cujos gostos sejam tão parecidos com os seus que você poderia jurar que vocês são irmãos de outra vida. Alguém que te beije exatamente como você sempre quis,


Ame enquanto ainda existe amor

A gente nunca sabe quando acaba. É só se distrair um pouco numa conversa boa que acaba o sorvete, o filme, o dia, uma história, oportunidades. A mesma chance não costuma passar duas vezes pela nossa esquina. Certos acasos afortunados são raros e na maioria das vezes, infelizmente, bastante negligenciados.


Onde foram parar minhas borboletas no estômago

Há dias venho tamborilando os dedos no teclado e não me sai uma linha. O que tenho publicado? Tudo antigo, na maioria sentimentos requentados e guardados para depois.

Não há nada novo debaixo do sol, nenhuma emoçãozinha recente que me faça querer falar sobre.


Amo você, mesmo não amando tudo em você

Quando acorda antes do fim do sono, graças ao despertador ou à britadeira de alguma obra, você é mau humor em doses cavalares, fábrica de coices e caretas. E nem adianta tentar exorcizar seus demônios-da-Tasmânia matinais, eu compreendi depois de muitas tentativas frustradas de “embonzinhamento”,