• 10 lições que só um pé na bunda te ensina
  • Tenho vontade de explorar o lado B do meu<#break#> namorado mas ele não deixa. Devo insistir?

10 lições que só um pé na bunda te ensina

O pé na bunda, diferente de gnomos, Papai Noel e a Mel Lisboa dando mole pra mim, não é uma invenção da nossa imaginação: ele existe. Dói. É amargo igual conhaque puro. Desce rasgando igual navalha. E todo mundo vai passar por isso, ao menos uma vez na vida.


Tenho vontade de explorar o lado B do meu namorado mas ele não deixa. Devo insistir?

Este é mais um post da categoria “Se Eu Fosse Você”. Não sabe do que estamos falando? Entenda aqui.


Só existe uma forma de não fracassar: nunca tentar

Junto com qualquer coisa nova que vamos tentar fazer, nasce no mesmo instante a possibilidade de que essa coisa dê errado (assim como, em partes iguais, como um gêmeo idêntico, mas de sentido oposto, nasce também a chance de que dê certo).


A arte da pegada

Tem que ter pegada. Tem que ter. Se você não tem, arranja. Ou compra, aluga, sei lá, dá um jeito. Mas tem que ter pegada. Se o cara não tem pegada, não dá nem pra conversar, não sei por onde começar. Nem precisa ser muito bonito também, ou ter um pau enorme. A única coisa essencial é a pegada. Sem pegada não existe tesão que aguente.


Casal usa Photoshop para criar fotos divertidas retratando seu cotidiano

Esse post é mais um Casal Recomenda, um quadro que acontece toda quarta aqui no site, no qual damos dicas de conteúdos bacanas e inspiradores sobre sexualidade.

Existem formas e formas de tornar um momento


10 atitudes pra ser mais feliz no dia a dia

Tem tanta coisa que a gente faz no dia a dia que suga a gente, atrapalha a nossa vida e nos coloca fora do eixo. Por outro lado, existem pequenas ações que podem fazer com que nosso dia melhore de uma forma absurda. Você não precisa tentar tudo de uma vez, até porque vai ter coisa que não combina com você e com seu estilo de vida,


O que as eleições tem a ver com a forma com a qual nos relacionamos

Você está no time daqueles que esperaram por esse domingo como uma final de Copa do Mundo? Hummmm… Tá! Eu não. Particularmente, me sinto aquela criança vítima do tirano Zé Pequeno em Cidade de Deus: “você prefere um tiro na mão ou no pé?”


17 sinais de que seu relacionamento já foi para o brejo

Amores e parcerias, infelizmente, não têm contrato vitalício. A gente investe, a gente insiste, a gente entrega nosso coração de bandeja e alma lavada até quando existir cuidado, respeito e reciprocidade.


6 dicas para se soltar mais no sexo

Esse é mais um post da sessão Rapidinhas, que toda segunda-feira trará dicas práticas, objetivas e sem mimimi para os leitores inovarem na cama.

Para algumas pessoas, a conquista, as preliminares e o ato sexual em si são coisas naturais.


Sobre nós que não somos metades

Não venha com a proposta de me fazer feliz, eu já sou. Mas senta aqui comigo, vamos dividir o sofá e ouvir mais uma canção de Caetano. Eu apoio as minhas pernas em teu colo e você me sorri daquele jeito misterioso. Não tente fazer as coisas que eu gosto para me agradar, está tudo bem. Eu posso fazer o que quero