• Vai lá viver o seu sonho
  • Vai lá viver o seu sonho


    Apesar de vivermos em um mundo pós-moderno estamos cercados por caretice. De todos os lados, como uma ilha sufocada por convenções. Quando eu bato um papo com os meus amigos, às vezes pergunto sobre o que eles gostariam de ter vivido. Para os rapazes, sempre falo sobre beijar outros rapazes, ou ir além. Tanto faz. Para as moças, o mesmo, só que ao contrário. E me espanto ao perceber, que mesmo se tratando de pessoas amigas e que confiam em mim, elas ficam constrangidas em pensar na possibilidade de assumir que um dia já sentiram vontade. Como se eu, de alguma forma, fosse julgar. Longe de mim. Não vejo problema em nada disso. Mas, sei que muita gente vê.

    Nós não precismos provar de tudo para saber o que gostamos ou não. Às vezes, simplesmente sabemos. Mas, me incomoda quando não temos ideia do que vamos sentir e, ainda assim, preferimos não arriscar. Por medo. Pelas consequências que uma simples experiência de vida pode causar. Como se fôssemos escritos somente pelo que vivenciamos. Sem nenhuma influência do que sentimos ou pensamos. Não é assim, gente. Não precisa ser assim. Você pode sentir desejos e não se encaixar em rótulos. Ou, ainda, se rotular e, mesmo assim, não negar as suas vontades, sejam elas quais forem. Nada te faz menor. Só diferente, assim como o resto do mundo.

    Vai lá, vive. Beija aquela boca, faz aquela viagem, percebe o que o teu corpo sente quando tocado por quem você deseja. Não se acanhe. A vida está passando depressa demais para se negar o que te faz bem. Ou, pelo menos para descobrir o que não faz. Do que te serve viver imaginando o que poderia ser?

    Não se preocupa com o que os outros vão pensar. Faz alguma diferença? Digo, literal? Você deixa de acordar, de comer, de pagar suas contas, de trabalhar, de viajar por causa da opinião alheia? Se sim, não está certo. Eu te garanto que quem te ama de verdade não se preocupa com quem você dorme, com as experiências que você tem (contanto que elas não te machuquem ou a outra pessoa) ou com decisões que toma. Quem te ama te quer feliz. E incluo você nisso, ok? Procura fazer o que te der na telha, sem medo das goteiras. O máximo que vai acontecer é que você vai se molhar. E até aí, tudo bem. Afinal, quem nunca, né?

     ass_nataly


    " Todos os nossos conteúdos do site Casal Sem Vergonha são protegidos por copyright, o que significa que nenhum texto pode ser usado sem a permissão expressa dos criadores do site, mesmo citando a fonte. "