• 11 Mitos  e Verdades Sobre o Que Faz Ele Broxar
  • 11 Mitos


    e Verdades Sobre o Que Faz Ele Broxar


    Uma frase mal colocada, uma atitude (ou falta de) mal programada. Há “n” motivos que podem cortar o clima na hora H. Há inclusive várias ideias já fixadas no imaginário feminino que nem sempre são verdadeiras, e detalhes simples que as mulheres nem se dão conta mas poderiam fazer toda a diferença durante o sexo. Pra tentar ajudar ambas as partes aqui vai uma lista desvendando 11mitos sobre algumas situações que podem fazer o cara perder completamente o tesão e acabar com o let’s get it on. Enjoy it!

    1. Parceira preguiçosa ou mulher múmia

    Verdade. São aquelas do tipo que ficam paradona lá na cama, peso morto, esperando que o homem faça o serviço completo. Não, ele não vai se esforçar pra fazer um sexo oral sensacional em você se não sentir a reciprocidade de que você também quer gerar prazer pra ele. Gentileza gera gentileza. E é daí que vem a bronca de muitas mulheres dizendo que os homens transam pra si mesmo, que se esforçam só até gozar e depois disso viram pro lado. Se você agir como uma boneca inflável, ele vai te tratar como uma.

    2. Calcinha bege

    Mentira. Esqueçam aquela máxima de que “calcinha cor de pele é sinônimo de broxada”. Eles até reparam na calcinha, mas não dão uma importância homérica à peça íntima (igual nós damos). Nunca deixe de dar pro cara apenas porque você está usando uma calcinha básica sem graça (bege ou não). Nesse caso a calcinha é apenas um elemento no meio do percurso (da qual eles querem se livrar o mais rápido possível). Por outro lado, eles também acham legal se deparar com uma lingerie diferente, mais ousada e tal, funciona como um bônus para a transa. Pode dar uma animada, mas não é essencial.

    3. Frescuras/neuras femininas

    Verdade. Se você tirou a calcinha, a ordem agora é desencanar de frescuras. Nada de ficar cheia de “não me toques”, o famoso cu doce de “não faz isso, não faz aquilo, ai não pode”, ou incomodada com a luz acesa e cheia de vergoninhas estúpidas provocadas pelas neuras femininas. Não, homem não liga pra pneuzinho, ele, aliás, gosta de ter onde pegar, e também não sabe direito o que é estria e celulite, por isso liberem-se! Nada de ficar tensa ou cheia de restrições por causa de besteiras.

    4. Dente no boquete

    Depende. Uma batidinha de dente é aceitável, quando isso acontece geralmente eles avisam e mandam um: “cuidado com o dente” e aí é ficar esperta pra não escapar de novo. Agora quando a garota não sabe fazer o boquete e fica raspando o dente toda hora, aí não dá, eles broxam mesmo.

    5. Fio terra sem aviso prévio

    Verdade. A retaguarda masculina é algo que deve ser tratado com muito cuidado. Apesar de ser algo fisiológico para eles sentirem prazer na região anal, por ela ser bastante enervada e por causa da próstata, o famoso fio terra ainda é tabu. Por isso é sempre bom conversar pra saber do que o cara gosta e o que está disposto a experimentar. Caso contrário, a garota corre o risco de ir lá na melhor das intenções tentado proporcionar prazer ao cara, mas acabar não saindo como o planejado e ainda ter que ouvir um: “Opa! Aí não!”.

    6. Tensão pré-colocação da camisinha

    Verdade. A hora mais chata pra eles, principalmente quando o sexo é casual. O cara muitas vezes está nervoso porque quer impressionar a parceira, tem que se concentrar pra manter a ereção e ao mesmo tempo colocar o preservativo. Nessas horas, toda e qualquer ajuda feminina é válida! Um incentivo, ajuda com a boca, lambida, massagem, whatever… é sempre bom pra manter o clima e ajudar o cara a relaxar.

    7. Ficar com nojinho

    Verdade. Entra no item “ficar com frescuras”. Caia de boca, sem mais.

    8. Fazer a íntima

    Verdade. Não saber separar casualidade de intimidade é um erro quase fatal. Um “eu te amo” equivocado, ou de primeira já revelar uma tara mais incomum ou agressiva pode cortar o clima na hora.

    9. Menstruação

    Depende. Tinha um absorvente no meio do caminho. Menstruação é algo natural, que faz parte da vida da mulher e com o que os homens deveriam aprender a lidar melhor (infelizmente ainda há uma parcela que sente “nojinho”). Nessas horas a melhor coisa é o aviso prévio: a mulher dá um toque que está naqueles dias e aí se decide se vai rolar ou não. É lógico que nessa situação algumas práticas não são recomendadas, e acidentes podem acontecer no meio do ato, mas a menstruação é praticamente um lubrificante natural. O segredo é forrar o ambiente com uma toalha (ou ir pra debaixo do chuveiro) e ser feliz!

    10. Depilação atrasada

    Depende. Praticamente é a mesma situação do item anterior. É claro que é bem melhor sempre estar com a depilação em dia, mas quando se é pega de “surpresa” muita mulher prefere não transar a deixar à mostra o modelito a la Cláudia Ohana. Mas na boa, nenhum homem vai regular nada por causa de uns pelinhos a mais! Agora se no segundo encontro a situação se repetir aí é melhor tomar mais cuidado, pois já pode pegar mal.

    Obs: a recíproca também é válida, meninos! É sempre bom dar uma “aparada” aí embaixo.

    11. Barulhos inesperados

    Mentira. Eu esou falando do flato vaginal, aqueles barulhos não muito agradáveis que surgem durante o sexo, devido aos gases expulsos da vagina, e que podem ser facilmente confundidos com o som de um “pum”. Os newbies podem estranhar um pouco, mas pra quem é escolado esse é o tipo de situação em que você finge que não aconteceu nada e continua na boa.