• À procura do sexo oral perfeito   Pesquisa Sem Vergonha – Parte III
  • À procura do sexo oral perfeito


    Pesquisa Sem Vergonha – Parte III


    Todo homem gosta de um bom boquete. Se não gosta, provavelmente nunca encontrou uma mulher que o fizesse bem-feito. Mas mesmo as mulheres estando cientes disso, muitas ficam sem saber o que significa mesmo um bom boquete.

    Para ajudar as mulheres que querem melhorar e para deixar os homens ainda mais malucos por sexo, vamos soltar aqui um preview da terceira parte da Pesquisa Sem Vergonha:

    QUAL CONSELHO DARIA PARA UMA MULHER QUE QUER FAZER UM BOQUETE INESQUECÍVEL?

    “Caprichar na saliva e nunca esquecer de lamber as bolas do homem.” (35 anos)

    “Olhar nos olhos do cara” (25 anos)

    “Sem “nojinho”. Lambuze-se. Divirta-se. Engolir é fundamental.” (34 anos)

    “Pensar que o pau é o último do mundo. Fazer mais molhado possível. E colocar o máximo que conseguir na boca” (22 anos)

    “Chupem com vontade , manda ver na putaria, e esquece do politicamente correto. Se  lambuza que o brinquedo é seu.” (28 anos)

    “Começe sempre com muita suavidade e salivação, língua bem cheia, quando sentir as reações pode dar umas lambidas na cabeça do pau, mas não esqueça que em algum momento, você deve realmente chupar, usar succção mesmo.” (47 anos)

    “Esqueçam as orientações que mandam fazer de conta que é um sorvete, pirulito, etc. Você está chupando um PAU, é como pau que deve chupá-lo. O homem gosta, mas pra ser inesquecível, a mulher tem que gostar mais ainda de fazer.” (35 anos)

    “1- Tenta chupar o pau todo! Se nao der pra colocar tudo, vai até o maximo que der.
    2- Pensa que a sua boca é a sua mão na hora que ta batendo uma punheta… chupando no sobe e desce.
    3- Deixa gozar na boca e de preferência, engole” (28 anos)

    “Dar atenção a cada detalhe, sem pudor. Dar atenção ao pau (cabeça) e às bolas. Halls preto.” (33 anos)

    “Prender o cabelo antes. Mamar me olhando, diretamente nos meus olhos, essa é essencial. Tentar engolir de verdade, fazer gagging. Bater com o pau na cara dela enquanto ela olha pra mim.” (22 anos)

    “Fazer por vontade e não pra agradar o parceiro. Se a mulher largar esssa ‘obrigação’  de lado e cair de boca com vontade acho que vai ser bem legal.” (19 anos)

    “Não esqueçam do saco, olhem nos olhos do sujeito e façam até o fim — ou dêm pro cara de forma que ele não vá esquecer. Parar no meio pra terminar batendo uma não é ruim, mas é a diferença entre bom e inesquecível.” (25 anos)

    “Ouse inovar como por exemplo usar um bombom de menta, e crie um clima antes!” (28 anos)

    “Faça com a mesma vontade e prazer que gostaria que um homem fizesse em você.” (21 anos)

    “Tomar muito cuidado com os dentes. ” (18 anos)

    “O conselho é ter muito carinho no pênis, puxe toda a pele do pênis para trás, lambidas na glande e no freio é fundamental. Passe a língua no buraquinho, depois tente colocar ele todo na boca. Acaricie os testículos com a boca, faça movimentos vai e vem quando estiver chupando a cabeça do pênis e na hora que o cara estiver gozando, se divirta, beba a vontade brinque com o esperma derrame na cabeça do pênis depois chupe de novo… Vai matar o homem de alegria e tesão.” (20 anos)

    “Nao mordam. Quando estao excitadas vocês não tem controle da boca… Essa mordidinha as vezes doi pra caralho!” (26 anos)

    “Assim como as mulheres, os homens também precisam de pressão, intensidade e velocidades diferentes. Teste todas até achar aquela que funciona melhor e não tente seguir nenhuma receita de bolo. Mas ninguém dispensa ser acordado com um boquete :) ” (31 anos)

    “Olhar nos olhos do parceiro no ato, usar a língua, entender a pressão, ser bem natural e submissa. É bom também, quando o casal está menos inibido, usar de uma substância fundamental para o boquete: a saliva.” (23 anos)

    “Não economize na saliva, faça cara de safada, deixe ele te ajudar com as mãos.” (30 anos)

    “Chupe todo! Lamba devagar, aumente o ritmo, sinta o gosto do pau…segure com força enquanto chupa a cabeça…chupe as bolas…Agora, cuidado, muito cuidado com os dentes.” (20 anos)

    E não perca mais resultados nos próximos posts!

    Para fins de direitos autorais de imagem declaro que as fotos usadas acima não são de minha autoria e que o autor não foi identificado.