Deixa ele te fazer feliz

“João amava Teresa que amava Raimundo/que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili/que não amava ninguém.”

A vida é mesmo a Quadrilha de Carlos Drummond de Andrade.


A vida é agora

Todo dia ela também faz tudo sempre igual. Acorda, toma banho, faz café, dá uma checada no Instagram, vai pro metro, pensa em como odeia aquela lotação matinal, chega no trabalho, ouve um pedido do chefe, faz o que ele manda, almoça, começa a contagem regressiva, vai comer uma coxinha na padaria, olha pro relógio, olha pro relógio de novo.


Novo livro do Casal Sem Vergonha promete revolucionar a vida sexual das mulheres

Todas as mulheres são deusas – algumas apenas ainda não perceberam isso. Por isso, hoje é um dia muito especial aqui no blog. Depois de muitos pedidos e muita preparação, temos o prazer (literalmente) de contar que acabamos de lançar o primeiro livro do Casal Sem Vergonha!


6 dicas para explorar melhor o potencial dos seios no sexo

Esse é mais um post da sessão Rapidinhas, que toda segunda-feira traz dicas práticas, objetivas e sem mimimi para os leitores inovarem na cama.

Se você acha que o sexo se resume ao eixo boceta-pau,


Carta aberta a todos os caras que quebraram o coração dela

Vocês não fazem ideia do que fizeram com ela, fazem? Ela tem receio de tudo que envolve amor. Ela diz sempre num script enrolado que não quer ir ao cinema porque não confia nas mãos dadas, na pipoca doce ou salgada, que não adianta muito insistir porque


O que é que o Grey tem?

O que é que o Grey (personagem umidificador de calcinhas do livro/filme 50 Tons de Cinza) tem de mais fascinante?

Dinheiro? Nananinanão. Ou todos os ricaços do planeta seriam capazes de provocar orgasmos múltiplos


Como evitar os barulhos vaginais durante o sexo?

Este é mais um post da categoria “Se Eu Fosse Você”. Não sabe do que estamos falando? Entenda aqui.

Hoje é dia de dúvida sincera de algum leitor e de vocês prepararem as respostas mais autênticas em retribuição.


Se arrepender é humano

Regrets and mistakes, they’re memories made… é um verso de uma balada triste, composta e cantada lindamente pela Adele. A música tocou no rádio de alguém, a voz poderosa da inglesa atravessou as janelas e corredores do prédio até chegar no meu quarto, onde me encontrou deitada,


Não precisava ter sido assim

Eu joguei a coisa toda no ralo, não foi? Não faço ideia do que acontece com a gente depois do fim, principalmente quando fui eu quem decretou o tal fim.

Depois de ter reunido algumas desculpas e ligado o rádio,


Pesquisas comprovam que sexo supre vontade de comer doces

Esse post é mais um Casal Recomenda, um quadro que acontece toda quarta aqui no site, no qual damos dicas de conteúdos bacanas e inspiradores sobre sexualidade.