A arte de deixar ir embora

Li uma vez num livro que a gente sempre reconhece quando foi amor. Foi amor nas contas de telefone ou no histórico do chat, foi amor no Paris 6 e no dogão da esquina, foi amor na escada do prédio ou na cama do seu melhor amigo em alguma festa regada a álcool.


Ela sabe o que quer

Ela sabe o que quer, e isso me fascina, encanta-me como pouca coisa consegue.

É óbvio que ela, vez ou outra, como qualquer terráquea normal, manda um “Tô em dúvida!”, mas, na grande maioria das vezes, enche os pulmões de ar e toma uma atitude,


Amor não é queda de braço

Pedi um conselho. Mal terminei a frase já era possível prever a resposta. Aquela história estava capenga demais para parecer um bom começo. Não que faltasse carinho, mas faltava um interesse real pela vida do outro. Não tinha nem de perto aquela urgência dos beijos que eu vejo no metrô


O que aconteceu quando decidi encarar um curso de massagem tântrica

Depois de um ano frequentando um grupo de estudos de filosofia tântrica (de raiz mesmo, sem clichês sexuais) criei coragem para encarar um curso de massagem mesmo sendo jornalista e não terapeuta, como a maioria dos participantes.


Um amor que bagunce meu cabelo e não minha vida

Eu, mais que tudo, quero um amor que compartilhe das coisas pequenas, aquelas sutis e um tanto amenas, mas que fazem o dia ter sentido.

Eu quero um amor que carregue minha foto na carteira e que sorria sempre que precisar abri-la.


5 dicas que podem melhorar o seu relacionamento

Esse é mais um post da sessão Rapidinhas, que toda segunda-feira traz dicas práticas, objetivas e sem mimimi para os leitores inovarem na cama.


Ele não quer que eu me toque. E agora?

Este é mais um post da categoria “Se Eu Fosse Você”. Não sabe do que estamos falando? Entenda aqui.

Essa leitora recém casada está enfrentando um dilema quanto à masturbação. Fazer ou não? Contar ou não?


Você não vai achar alguém perfeito (ainda bem)

Talvez o maior desafio dos casais contemporâneos seja ocasionado por seu anseio por romances de filmes. E não me refiro apenas às comédias românticas e contos de fadas. As pessoas querem viver também aventuras, ações, erotismo e ficções. Inspiram-se em charmosas histórias surreais para elaborar pares e


Minha poesia são seus sussurros

É um filme do Woody Allen, uma música do Caetano, um enigma do Sherlock. É tudo que a gente não entende direito, mas se deixa fascinar. A perfeição não tem nada a ver com beleza. Pra disfarçar, mostro a janela da alma, larga e explícita, como tudo na mente dele parece ser, banhado em amor, poesia e MPB.


Depois dos 25

Seu organismo começa a ter preguiça de metabolizar todo tipo de comida, em especial as gostosas! Aquele MC Donalds de segunda te faz companhia até a sexta! Se não bastasse, a natureza sacaneia um pouco mais e aumenta seu apetite. Aumenta mesmo!